O que é cirurgia da mão e quando é indicada

Atualizado: 7 de set. de 2021



Cirurgia da mão

A cirurgia da mão é um procedimento médico feito por profissional qualificado, que tem como objetivo reparar e reconstruir lesões ósseas, tendinosas, ligamentares, nervosas, musculares e de cobertura cutânea nas mãos, punhos e cotovelos. Além disso, o médico responsável poderá ainda atuar no tratamento de doenças e deformidades relacionadas às mãos e aos punhos.

Nesse sentido, o profissional tem treinamento de microcirurgias, o que dá a ele a autoridade de realizar implantes de segmentos amputados, transferência de tecidos, além da realização de reparo das lesões de nervos periféricos. Ou seja, não apenas os nervos das mãos, mas de todo o corpo.

Problemas tratáveis com a cirurgia da mão

Primordialmente, algumas deformidades congênitas também podem ser tratadas por meio da cirurgia da mão, de forma que, o paciente possa ter uma maior qualidade de vida e uma maior liberdade de movimento.

Portanto, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão, boa parte dos problemas relacionados ao membro são tratáveis com cirurgia. Diante disso, podemos citar:

  • Síndrome do Túnel do Carpo

  • Síndrome do Túnel Cubital

  • Dedo em Martelo ou em Gatilho

  • Entorses do polegar

  • Osteoartrite

  • Fraturas do punho

Assim, dependendo da gravidade e da condição, todas estas enfermidades podem ser tratadas por meio da cirurgia da mão. Dependendo do médico, algumas cirurgias podem ainda consertar fraturas no cotovelo. Dessa forma, este tipo de condição também entra no rol de cirurgias tratáveis.

Tempo de recuperação e procedimentos

Como a maioria dos traumas envolvendo ossos e tendões, para realizar o diagnóstico e aferir se realmente há necessidade de uma cirurgia da mão, o médico especialista poderá solicitar exames de imagem, como a ressonância magnética e o raio x.

Uma vez diagnosticado, a cirurgia pode ser aberta ou endoscópica. No procedimento aberto, ocorre uma incisão, e após, é realizada a sutura. Em procedimentos endoscópicos, é feita uma pequena incisão para a passagem de uma câmera. Após, ocorre também o fechamento com sutura.

Por fim, o tempo de recuperação do paciente dependerá do tipo de cirurgia na mão. Há casos em que há a imobilização do local, com o uso de gesso e talas, além da realização de fisioterapias para que a região volte ao seu pleno funcionamento.

Pós operatório

Antes de mais nada, deve-se entender, que essa é uma etapa crucial para a futura recuperação do membro. Assim, torna-se essencial que os curativos no local operado sejam bem cuidados para que todo e qualquer risco de infecção seja minimizado.

Além disso, o paciente precisa tomar todos os medicamentos indicados pelo médico, da forma que foi prescrito. Geralmente, indicam-se remédios para dor e anti-inflamatórios, para que o paciente não sinta desconforto por conta do processo de cicatrização do pós operatório. Os dedos devem ser mantidos para fora da tipóia e não é permitido carregar pesos ou fazer esforços, até que ocorra a liberação médica.

Assim, o paciente deverá retornar ao ambulatório na data programada pelo médico, para retirar o gesso (caso tenha colocado) e para avaliação final.

Em conclusão, algumas cirurgias requerem que o paciente deixe a mão para cima, para evitar a formação de edemas no local operado, causando dor. Pode-se aplicar também gelo, que é essencial para a função de analgesia quanto para a diminuição de inchaços.

Quando indica-se a cirurgia da mão?

Em síntese, se você já sofreu alguma lesão nos músculos, ligamentos e nervos da mão, seu caso pode ser cirúrgico. Além disso, dores crônicas e traumas mais graves, requerem a procura de um especialista, para que seja feito um diagnóstico, e também a aprovação de tratamentos menos invasivos, que trazem mais resultados.

Contudo, a cirurgia em si, indica-se apenas após outros tratamentos não oferecerem melhora no quadro do paciente.

Por fim, para o sucesso da cirurgia, além do médico especialista, o paciente precisará contar, muitas vezes, com um profissional de fisioterapia. Ela é essencial para que os movimentos naturais da mão voltem a ser executados sem dores, e a região fique devidamente fortalecida para que o paciente possa, por exemplo, voltar a trabalhar!

Como prevenir condições lesivas à mão

Há formas de evitar as condições lesivas nas mãos. Tirando os traumas que acontecem por acidente, e doenças genéticas associadas, outras condições como a L.E.R (Lesão por Esforço Repetitivo), podem ser evitadas. Para quem usa o computador com frequência e passa muito tempo digitando, o conselho que se dá é sentar-se corretamente e apoiar braços e punhos. Além disso, indica-se intervalos de duas horas para alongamento .

Dessa forma, você evita o mau posicionamento prolongado, evitando o desenvolvimento de qualquer síndrome!

Acima de tudo, apesar das recomendações, o aparecimento de qualquer sintoma, deve-se procurar ajuda médica. Ninguém deve viver com dor. Por isso, a importância da busca por um especialista na área, para a realização do tratamento correto e eficaz!

Tem mais alguma dúvida sobre cirurgia da mão e suas condições?

Entre em contato conosco e agende a sua consulta.

Artigo escrito por Dra Ingrid Ribeiro Benez

Fonte: Site Clínica Ortopédica Paulista


21 visualizações

Posts recentes

Ver tudo