Acidentes domésticos na mão: o que fazer

Atualizado: 7 de set. de 2021



Os acidentes domésticos envolvendo as mãos são comuns e, por vezes, são mais leves e sem gravidade. Quem nunca prendeu o dedo em uma gaveta ou cortou a mão enquanto utilizava uma tesoura? Entretanto, em alguns casos, o incidente pode ser mais grave e nestes casos é preciso atendimento com urgência, quando se lesiona um tendão, por exemplo.

Os acidentes com cortes são mais frequentes e em alguns casos são mais leves, podendo ser tratados em casa, com limpeza do ferimento e curativo no local. Mas, se há a perda do movimento ou se o corte foi mais profundo, busque a emergência, pois alguns casos podem necessitar de cirurgia.

Prender os dedos em janelas, portas ou gavetas é comum, pode ser bem dolorido e, em alguns casos, pode até mesmo haver fraturas. Nos casos sem grandes cortes, utilize gelo imediatamente para o alívio da dor. Em outras circunstâncias mais graves, a cirurgia pode ser necessária: quando há amputação ou cortes profundos, por exemplo.

Queimaduras também são causas frequentes de acidentes domésticos e a necessidade de atendimento médico depende do grau do ferimento. Podem ser queimaduras de primeiro grau, e neste caso podem ser tratadas em casa resfriando o local com água fria e hidratação com cremes e pomadas.

Podemos identificar as queimaduras de segundo grau pelas bolhas e inchaço da região do acidente, principalmente quando agridem mais de 8 cm de extensão de pele ou apresentam pontos marrons e brancos. Estas já são um pouco mais graves e precisam de avaliação médica. Devem se lavadas e resfriadas imediatamente, sem força, e depois é preciso ir até uma emergência para garantir que o ferimento receberá o tratamento adequado para preservar ao máximo o local atingido.

Acidentes domésticos são comuns, caso ocorra com você, busque ajuda de um profissional capacitado. Se a dor persistir agende uma consulta conosco.

Fonte: Site Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão.

9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo